Obriada Priscila Amoni na fachada do prédio
Belo Horizonte,  Brasil

Arte e cultura em BH: veja 10 atrações para aproveitar na cidade

A capital mineira, conhecida por reunir renomados bares e restaurantes e atrair muitos turistas pela deliciosa culinária, têm mais motivos para encantar turistas de todo o mundo. Em várias esquinas, os visitantes podem esbarrar com a arte urbana, manifestações artísticas dentro e fora dos centros culturais, festivais, museus e muito mais. 

Se você é o tipo de turista que busca por uma viagem com muita arte e cultura e, de quebra, com uma lista de bares e restaurantes de dar água na boca, então BH é o seu próximo destino. Confira uma lista de 10 atrações para aproveitar em Belo Horizonte. 

Obra de Milu Carresh em uma fachada do prédio
  1. Cura – Circuito de Arte Urbana 

 Entre concretos cinzas dos prédios centrais de BH, algumas empenas e muros chamam atenção por se tornarem telas de pinturas. Isso mesmo! BH têm um festival de pintura em empenas – Circuito de Arte Urbana – que espalha arte pela região central da capital. E todos eles podem ser vistos da Rua Sapucaí, que se transformou no primeiro mirante de arte urbana do mundo. O turista pode apreciar a vista por meio de duas lunetas. Passando por lá, é sentar no murinho da Sapucaí e fazer uma foto com os prédios coloridos ao fundo. Ah, aproveite também para conhecer os bares dessa rua, todos estão nessa “vibe” artística. 

  1. Museu da Inquisição 

O primeiro museu no Brasil dedicado a contar a história da Inquisição no período Brasil Colônia fica no bairro Ouro Preto, região da Pampulha. Inaugurado em 2012, o espaço têm o propósito, por meio das memórias, acervos fotográficos, videográficos, documentos, livros e réplicas de instrumentos de tortura, combater a intolerância religiosa. Essa é uma dica para quem aprecia viajar no tempo com a arte como narradora. Para ter um aperitivo, clique aqui e faça o tour virtual.  

Reserve seu hotel com a menor tarifa, acessando aqui!

  1. Palácio das Artes 

O espaço cultural é o maior centro de produção, formação e difusão cultural do estado e um dos maiores da América Latina. Só o prédio já é uma obra de arte, por sua fachada toda em vidro contrastando com a extensa área verde do Parque Municipal. O Palácio das Artes oferece uma programação intensa durante todo o ano com shows e teatros de grandes nomes brasileiros e internacionais, exposições artísticas, cinema, dança, concertos e muito mais. Confira mais sobre esse grande complexo aqui

  1. Circuito Liberdade 

Concretizado em 2010, o projeto Circuito Liberdade reúne 15 instituições compostas por museus, centros de cultura e de formação, localizadas nas proximidades da Praça da Liberdade, outro conhecido cartão postal de BH. Nesse complexo, o turista pode conhecer o Palácio da Liberdade, Museu Mineiro, Centro Cultural Banco do Brasil, entre outros importantes equipamentos culturais. Durante todo o ano, há uma repleta programação artística envolvendo shows, saraus, teatros, exibição de filmes, exposição e muito mais. Vale dar um passeio a pé por toda região. 

Do lado de fora dos prédios, destaque para a Praça da Liberdade, que compõe o complexo paisagístico e arquitetônico. As altas palmeiras completam o charme dessa praça que fica no coração da cidade. No fim do ano, ganha uma iluminação especial de Natal, um verdadeiro show de luzes. 

  1. Museu Arte e Ofícios 

Localizado na Praça da Estação, o Museu Arte e Ofícios é um espaço dedicado para homenagear trabalhadores do período pré-industrial brasileiro. Lá encontram-se mais de 2,5 mil peças originais dos séculos XVIII ao XX. Além do museu, a praça é outro ponto turístico onde ficava a Estação Central da Estrada de Ferro do Brasil, que recebia e despedia passageiros dos trens que circulavam pelo país no século passado.

  1. Cento e quatro 

A metros de distância do Museu Arte e Ofícios, o espaço cultural ocupa um quarteirão todo em frente à praça mais antiga de BH, a Rui Barbosa. Com uma arquitetura antiga, suas portas altas de madeira estão abertas para receber diversas manifestações artísticas durante todo o ano. São exposições, exibição de filmes especiais no Cine 104 – uma das últimas salas de cinema de rua da capital – e o Café 104, espaço aconchegante para curtir uma boa conversa, leitura e, claro, um delicioso pão de queijo. 

  1. Feira Hippie 

A tradicional feira não podia ficar de fora desse roteiro cultural. Ela acontece aos domingos na Avenida Afonso Pena, em frente ao Parque Municipal. Têm de tudo. Várias opções de comida, artesanato, artigos de decoração, moda e até shows ao ar livre. Um excelente passeio pela cultura local e oportunidade para levar um pouquinho da arte dos mineiros para casa. 

  1. Savassi Festival 

Para os amantes de jazz, agosto é o mês para aproveitar o estilo musical na cidade. Praças e bares da região da Savassi recebem artistas para embalar os dias com muito jazz

  1. Campanha de Popularização do Teatro & Dança

Há 46 anos BH realiza uma campanha para popularizar o teatro e a dança na cidade e região metropolitana. São vários espaços, artistas e companhias envolvidas para levar aos belo-horizontinos e aos visitantes diversos espetáculos gratuitos ou a preços populares. Tradicionalmente, o evento acontece entre janeiro e fevereiro. 

  1. Karaokês para soltar a voz em BH 

Para finalizar essa viagem mergulhada na arte e cultura, que tal soltar a voz em um karaokê e se divertir com seu grupo de amigos e família? A música faz parte de momentos marcantes da nossa vida e nesse passeio não vai ser diferente. Belo Horizonte possui espaços para você mostrar pra todo mundo que você canta – ou não hahaha – e ainda saborear um cardápio gostoso. Aí vai: Jângal, Bar da Cácia e Calabouço Karaokê

Sobre acessibilidade 

Os espaços fechados são adaptados para receber todas as pessoas, principalmente aquelas com dificuldade de mobilidade. Nos espaços abertos e atrações nas ruas, pode ser preciso contar com a ajuda de outras pessoas, mas a característica acolhedora do povo mineiro não deixa ninguém para trás. 

O que achou desse roteiro artístico-cultural por BH? Vamos fazer as malas e desembarcar na terrinha do pão de queijo? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *