Parque Tingui
Brasil,  Curitiba

Conheça os principais parques e bosques de Curitiba

Fala galera! A dica de hoje é para quem deseja passear pelos parques e bosques de Curitiba. Aproveite o fim de semana para curtir algumas das opções de lazer junto a Natureza que a cidade oferece com seus símbolos como as Araucárias e as Capivaras.

A cidade, no passado, era constantemente alagada em períodos chuvosos. A capital paranaense virou o jogo a seu favor e resolveu o problema investindo em parques e áreas verdes que ajudam no controle da cheia dos rios. Os lagos dentro dos parques parecem decorativos, mas têm a função de reter a água e salvar a cidade. Durante muitos anos essa solução foi ideal para conter as enchentes, mas a cidade cresceu muito e está precisando de novos investimentos para conseguir controlar as enchentes em alguns bairros.

Booking.com

Parque Tanguá

Parque Tanguá

O parque foi inaugurado em 1996, com uma área aproximada de 235.000 m², em uma antiga pedreira, onde era destinada a uma usina de reciclagem de sobras da construção civil e das indústrias.

O espaço foi transformado em um dos parques mais famosos e belos da cidade,  e passou a ter a importante função de proteger e conservar a bacia do rio Barigui, que tem suas nascentes nas proximidades. 

No parque você vai encontrar churrasqueiras, mirantes, jardins, cascatas artificiais, trilhas, caverna e o espelho d’água, que proporciona um belo espetáculo junto ao belo pôr do sol.

Parque Barigui

Parque Barigui

O parque foi inaugurado em 1972 e possui uma área de 1.400.000 m².

Nos finais de semana é ponto de encontro da juventude curitibana e recebe milhares de pessoas de todas as partes da cidade. Se Curitiba não tem praia, tem o parque Barigui!!! Ideal para quem deseja fazer uma caminhada, andar de bicicleta, praticar algum esporte ou ficar sentado no gramado apreciando a paisagem.

O Parque é o preferido pelos Curitibanos e abriga uma grande área verde, formada por florestas primárias nativas e por florestas secundárias, que servem como refúgios para diversos animais nativos ou migratórios.

O Parque Barigui, assim como parque Tanguá também serve para proteger o leito do Rio Barigui e sua mata ciliar. Neste caso, o rio também é o responsável pelo nome do parque, que tem origem indígena e significa “rio do fruto espinhoso” – no caso a pinha da Araucária, e neste parque voce ainda pode encontrar várias capivaras, símbolo da cidade em torno do lago livres na natureza.

Passeio Público  

Passeio Público

Inaugurado em 1886, possui uma área de 69.285 m2 e foi o primeiro parque de Curitiba.

Já foi o zoológico da cidade e também já foi chamado de Jardim Botânico. 

O parque foi por muitos anos uma das únicas alternativas de lazer de Curitiba.

 O passeio público possui Restaurante, playground, aquário, terrário, sanitários, ponte pênsil, posto da Polícia Militar, pedalinhos, pista para caminhadas, ciclovia, bicicletário.

Parque Tinguí

Parque Tingui

O parque foi inaugurado em 1994, com uma área aproximada de 380 mil m² e foi 3º parque criado com a intensão de proteger a bacia do rio Barigui.

O principal destaque é o Memorial Ucraniano de Curitiba, onde existe uma réplica de uma das primeiras igrejas ucranianas construídas no Paraná, a Igreja São Miguel da Serra do Tigre, que fica na cidade de Mallet.

Além do Memorial Ucraniano, você vai encontrar lagos, trilhas e quadras de esportes e claro várias capivaras, símbolo da cidade em torno do lago livres na natureza.

Parque do Passaúna

Parque Passauna

O parque foi inaugurado em 1992, com uma área aproximada de 6,5 milhões m² e com a finalidade de preservar a qualidade da água da represa do Rio Passaúna, principal fonte de abastecimento de água de parte da cidade de Curitiba.

Além de estar em uma região muito bonita e bastante tranquila, o parque permite a prática de alguns esportes aquáticos, como o Stand-up Paddle e caiaque.

Além do lago, destaca-se no parque o mirante que proporciona um belo visual da região.

Bosque do Papa

Bos que do Papa

O bosque foi inaugurado em 1980, possui uma área aproximada de 46 mil m² e abriga mais de 30 araucárias.

O Bosque do Papa tem este nome pois recebeu a ilustre presença do Papa João Paulo II. No bosque estão 7 casas tipicas polonesas, entre elas a casa visitada pelo Papa, onde ele rezou uma missa que depois virou uma capela e abriga a imagem de Nossa Senhora de Czestochowa (Virgem Negra de Czestochowa), padroeira da Polônia.

Bosque do Alemão

bosque-alemao

O bosque possui uma área aproximada de 38.000 m² e faz homenagem a uma das etnias que colonizaram o estado do Paraná. 

O Bosque possui uma réplica da fachada de uma casa (Casa Milla)  feita por imigrantes alemães no centro da cidade e do outro lado do parque está uma réplica de uma igreja presbiteriana, o Oratório de Bach. As duas construções originais foram feitas por imigrantes alemães na cidade de Curitiba e possui uma trilha (que liga as duas construções.

No percurso da trilha nos painéis de azulejos temáticos, são expostos partes do conto de “João e Maria” dos irmãos Grimm. O ponto alto da trilha é a biblioteca infantil, chamada a “casa da bruxa”, onde “bruxas” e “fadas” contam histórias infantis com intérprete de libras.

Parque São Lourenço

Parque São Lourenço

O parque foi inaugurado em 1972, com uma área aproximada de 203.918 m² e  na época existia uma fábrica de cola no local.

O parque é uma boa pedida para quem deseja praticar esportes, cultura e lazer, com pista para caminhadas, ciclovia, playground, equipamentos de ginástica e até mesmo uma pista de rolimã, além do Centro de Criatividade de Curitiba, a Casa Museu Erbo Stenzel e o Teatro Cleon Jacques.

Ideal para levar as crianças, brincar com os pets, andar de bike, apreciar a natureza e curtir bons momentos! Um picnic cai bem aqui também ou quem sabe um churrasco nas churrasqueiras do parque.

Bosque Zaninelli / Unilivre

Unilivre

O bosque foi inaugurado em 1992, com uma área aproximada de 37.000 m² , criado a partir de uma área verde regenerada naturalmente após ter sido utilizada – desde 1947- para exploração de granito, o que originou um grande paredão de pedra e os lagos.

Outras atrações do bosque são a mata nativa em volta da pedreira, a passarela no túnel vegetal que desemboca frente à pedreira e espelho d’água do lago com aproximadamente 120 m de extensão, o auditório ao ar livre e o mirante.

Jardim Botânico

Jardim Botanico

O Jardim foi inaugurado em 1991, com uma área aproximada de 178.000 m² e é considerado o 4º maior jardim botânico do país, além de ser uma unidade de conservação e não um parque.

Sem sombra de dúvidas, é um dos lugares mais belos de Curitiba, além de ser considerado um dos principais cartões postais da cidade, sendo também o ponto turístico mais visitado.

Famoso pelos jardins no estilo francês e principalmente pela sua emblemática estufa, inspirada em um antigo Palácio de cristal inglês.

Possui lagos, pistas de exercícios, museu botânico, lanchonete e o fantástico Jardim das Sensações destinado as pessoas com deficiência visual.

Visitar os parques de Curitiba faz parte do cotidiano dos curitibanos. Para os turistas, tenho certeza que é uma experiência inesquecível.

Até a próxima Viagem Acessível.

2 Comments

  • Patricia Marcia

    Gostaria de saber a duração da viagem pars Curitiba/ Parques , e valores, datas de saida. Sou cadeirante mas uso um andador em casa.

    • Arthur Minniti

      Obrigado Patricia pelo seu comentário.
      Sua solicitação será respondida para o seu email por um dos nossos agentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *