Pôr do Sol no Cerrado
Brasil

Conheça 5 atrativos turísticos de fácil acesso na Chapada dos Veadeiros para aproveitar com toda a família

Vamos viajar pelas belezas do Centro-Oeste do Brasil? Nosso destino é a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, que reúne as belezas de cachoeiras, piscinas naturais, mirantes para contemplar a vegetação do cerrado e muitas aves e animais em extinção. A região é formada pelos municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Teresina de Goiás, Colinas do Sul e São João d’Aliança

Arara azul
Arara azul com peito amarelo dentro do buraco na árvore
2 Araras vermelhas voando

Ah, e para quem acredita e gosta de misticismo, esse é o lugar para recarregar as energias positivas. Isso porque o local fica sobre uma enorme placa de quartzo e é cortado pelo Paralelo 14, a mesma linha imaginária que cruza Machu Picchu, no Peru, terra que também concentra grande energia mística. Legal demais, não é?

Placa do Paralelo 14

Se você está em busca de se conectar à natureza, mergulhar nas águas termais da região, contemplar um belo pôr do sol no cerrado brasileiro e experimentar as iguarias da culinária local, então, essa viagem é mesmo para você sozinho, com sua família ou amigos e até para pessoas com mobilidade reduzida. 

E como amamos proporcionar experiências incríveis para nossos clientes, separamos algumas sugestões dos nossos roteiros personalizados.

Ah e prepara a máquina , porque é um lugar mais lindo que o outro e você fecha o fim do dia com um lindo pôr do sol. 

Confira: 

  1. Trilha suspensa no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros 

Nós amamos colocar o projeto Montanha Para Todos nas nossas listas de destinos para pessoas com mobilidade reduzida. O Parque Nacional Chapada dos Veadeiros é um deles, ou seja, o cadeirante estará acompanhado de pessoas preparadas para conduzi-lo, reservaremos a Juliette, uma cadeira de rodas adaptada para trilhas e montanhas. São várias cachoeiras, trilhas, piscinas e poços naturais com águas azuis e cristalinas. A reserva tem acesso pelos municípios de São Jorge e Alto Paraíso de Goiás.

Recentemente, o parque abriu a Trilha Suspensa, uma ponte feita de madeira com 230 metros de extensão sobre as Corredeiras. No final da passarela, é possível chegar à água para se refrescar, admirar os peixinhos e até fazer uma hidromassagem natural nas pequenas quedas d´água.

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está entre os atrativos turísticos acessíveis para aproveitar com toda a família porque permite às pessoas que se encaixam na Lei 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência) chegar à Trilha Suspensa de carro, com tração 4×4. Esse é realmente um passeio que não pode ficar de fora do nosso roteiro. ❤ 

Cachoeira Santa Barbarinha vegetação e água azul turquesa

Para aproveitar a visita ao parque, caso não seja período de seca, conheça a Trilha da Seriema, recomendada para pessoas com dificuldade de mobilidade, idosos, grávidas e crianças.

  1. Águas Termais do Morro Vermelho e do Éden 

A 14 km de São Jorge, você vai poder relaxar e dar um mergulho em águas mais quentinhas. É isso mesmo. Esses atrativos ficam dentro de duas propriedades particulares, é preciso pagar para entrar ou então, se preferir, hospedar-se e aproveitar mais tempo nas águas naturais e mornas em meio à natureza. 

O acesso é bem fácil para quem chega pela rodovia, vindo de São Jorge. A Fazenda Morro Vermelho oferece piscinas naturais bem aconchegantes e com águas marcando 30 graus de temperatura. Delícia, né? Já queremos relaxar nesse paraíso…

Bem em frente, está a Pousada Éden Águas Termais. Uma trilha calçada abre caminho para a diversão de toda a família nas piscinas com águas termais. 

Esse atrativo é ou não é para aproveitar muito com toda a família? Mas tem mais, continue lendo! 

Reserve o seu hotel com a menor tarifa, acessando aqui.

  1. Cachoeira Poço Encantado 

Localizada em Teresina de Goiás, essa cachoeira fica um pouco distante das outras, por estar a 53 km de Alto Paraíso. A dica é se hospedar na pousada onde a atração fica e aproveitar um pouco mais o local. Da hospedagem até a cachoeira são apenas 200 metros de caminhada. Mas se preferir passar o dia, é só pagar uma taxa de entrada. 

Cercada por cânios e com águas mais escuras, o poço natural é um convite para aproveitar a natureza o dia todo com a família. Para quem deseja uma experiência diferente, pode alugar um stand up paddle. 

  1. Cachoeiras de São Bento, Almécegas I e II

Essas duas opções são acessadas pela Pousada São Bento, em Alto Paraíso. É preciso pagar uma taxa, mas a facilidade de chegar a mais um atrativo turístico acessível da Chapada dos Veadeiros vale a pena. 

Para chegar à Cachoeira de São Bento são apenas 300 metros de caminhada por uma trilha sem desníveis. Um poço cercado pela vegetação é um belo convite à calmaria. 

Nas Cachoeiras Almacégas I e II, toda a família também pode aproveitar as quedas d’água para se refrescar e até se aventurar em saltos nos poços. Nessas duas outras cachoeiras também é preciso pagar para entrar, caso não esteja hospedado na pousada. 

Cachoeira Almacegas I

Confira aqui outras cachoeiras acessíveis na Chapada dos Veadeiros.

  1. Culinária local 

Comida é realmente uma atração democrática em viagens. Quem mais ama desbravar a culinária local e colecionar memórias no paladar? Por isso, ao conhecer a região, você precisa experimentar a matula, também conhecida como feijoada do cerrado. É uma pedida pesada, mas muito saborosa. No prato vai feijão branco ou mulatinho em forma de tutu com carne de sol, linguiça caseira, carne de lata – uma carne de boi frita que fica conservada na banha de porco – e lombinhos desfiados. A matula é servida na folha de bananeira e acompanha paçoca de carne seca, abóbora cozida, arroz, frango caipira e tomate. Huumm….já está querendo muito experimentar a matula?  

Tem também o frango com pequi. O fruto amarelo típico do cerrado está presente em várias receitas, mas combinado com o frango é um prato típico da região. 

Outros ingredientes regionais que inspiram os pratos e bebidas são: castanha de baru, mangaba, cagaita e cajuzinho do cerrado. Na Feira do Produtor, em Alto Paraíso, é possível encontrar esses e outros produtos locais. 

Para conhecer os principais restaurantes da região com avaliações e comentários de outros turistas, clique aqui

Quando visitar para esses atrativos de fácil acesso? 

Destinos com cachoeiras devem ser evitados no período de chuva (novembro a abril). Escolha os períodos de transição das estações (setembro e outubro) e (maio e junho). Os rios estão cheios e a vegetação exuberante. 

Como estamos falando de uma região no Centro-Oeste brasileiro, as temperaturas costumam ser mais altas o ano todo, no entanto, as manhãs de junho podem ser bem geladas. 

E aí, bora programar a viagem e conhecer o nosso cerrado brasileiro? 

Nossa equipe é especialista em viagens personalizadas,  para que você tenha uma experiência única, conforme a sua necessidade, então aproveite porque sua preocupação será apenas planejar o que levar na mala e aproveitar cada momento da viagem!! 🤗🥰.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *