Onça pintada deitada sobre o galho olhando para a câmera
Bonito,  Brasil

Descubra as belezas e encantos de Bonito – MS

Se você curte ecoturismo, tenha certeza de que o destino mais recomendado para você no Brasil é Bonito – MS. Mesmo que não tenha familiaridade com esse tipo de turismo, vale a pena conferir as belezas e encantos de Bonito.

Afinal, esse lugar faz até valer o trocadilho de que “Bonito é bonito mesmo”. De fato, acho que bonito é pouco para descrever as belezas naturais desse lugar. E sabe por que os pontos turísticos são tão lindos e conservados? Porque o local têm um turismo sustentável.

Com uma organização invejável, o turismo responsável impõe um limite diário de visitações por local. Assim, a natureza fica mais conservada. E faz com que as visitas valham muito mais a pena, é muita beleza em um lugar só. Se interessou? Continue lendo sobre as belezas e encantos de Bonito!

Principais pontos turísticos para conhecer as belezas e encantos de Bonito

Flutuações

A princípio, vamos falar das famosas flutuações. Afinal, quem não sonha em fazer snorkel para ver a variedade de peixes e a vasta vegetação através das águas cristalinas?

Reserve seu hotel com a menor tarifa, acessando aqui!

A flutuação no Aquário Natural é imperdível. Inclusive, é a mais recomendada para crianças e adultos que não sabem nadar, pois quase não tem correnteza. 

Outra boa opção para crianças e para quem não é muito familiarizado com a água é a Nascente Azul. Além dessas, outras flutuações famosas são a do Rio da Prata e a Nascente do Rio Sucuri. Essa última é a que tem a água mais cristalina.

Grutas

A gruta mais famosa é a do Lago Azul (super concorrida o ano todo). Além disso, ela ainda pode ser visitada no mesmo dia que a Gruta de São Miguel.

Gruta Lagoa Azul

Trilhas e cachoeiras

A trilha da Boca da Onça oferece ótimas oportunidades de banho e destaca conhecer a cachoeira mais alta do Mato Grosso do Sul, também com o nome de Boca da Onça. Outras opções são o Parque das Cachoeiras e as Cachoeiras do Rio do Peixe.

Turismo radical

Se o que você busca é aventura, pode fazer um rapel no Abismo Anhumas. São 72 metros de altura, descendo em uma fenda estreita, caverna adentro. A Lagoa Misteriosa é uma opção para mergulho com cilindro.

Outras opções

Ainda existem balneários lindíssimos, como o Balneário Municipal e o Balneário Ilha Bonita. Além de parques para a observação de animais, como o Buraco das Araras e a Fazenda San Francisco.

Agendamentos

Em nenhum dos pontos turísticos de Bonito é possível comprar a entrada logo na porta. Por isso, tudo deve ser feito por meio de agências e comprado com um tanto de antecedência. Então, é essencial que você se organize, para que possamos providenciar todos os tickets com antecedência, uma vez que procura é grande.

Enfim, existe um limite diário de visitantes nas atrações. Então, se você vai na baixa temporada, agende os seus passeios com um mês de antecedência. Porém, se vai na alta temporada, o recomendado é deixar tudo agendado entre 3 e 6 meses de antecedência.

Foto submersa no rio mostrando alguns peixes

Melhor época para descobrir as belezas e encantos de Bonito

Bonito é um destino maravilhoso porque, além de tudo, é visitável o ano inteiro. Porém, existem algumas épocas específicas nas quais as experiências podem ser mais bem aproveitadas.

Entre os meses de maio e setembro, chove menos no local. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, no inverno nenhum passeio é prejudicado. Nem mesmo as flutuações. Inclusive, é nessa época que a visibilidade da água fica melhor. Além disso, os preços são mais baixos.

Entre outubro e abril, que é o período mais quente, existem mais possibilidades de chuvas e de encarar mosquitos. Principalmente, quando é verão. Mas, a desvantagem desse período chuvoso é que as águas ficam mais turvas, prejudicando a visibilidade dos passeios de flutuação.

Porém, isso não é motivo para deixar de conhecer as belezas e encantos de Bonito. É nessa época que os banhos de cachoeira serão mais propícios, para se refrescar do calor. Até o início de dezembro, ainda se encontram preços de baixa temporada.

Gastronomia local

A gastronomia de Bonito é maravilhosa. Inclusive, o centro da cidade conta com um circuito gastronômico, com restaurantes que oferecem várias especialidades regionais em pratos fartos. Por exemplo, uma refeição para uma pessoa, facilmente, serve duas.

Em suma, existem muitas opções de peixes de água doce que podem ser servidos como aperitivos ou prato principal. Além disso, outro grande atrativo são os buffets de comida de fazenda, onde a comida é toda feita no forno a lenha. Um sonho, não é mesmo?

Além disso, ainda existem muitas opções de pizzas, sanduíches, pastéis e sorveterias para aquele lanche da tarde ou da noite. Não deixe de provar o sorvete de guavira (fruta típica da região). 

Acessibilidade

Sim, é um destino acessível, a região oferece opções de passeios para este público específico, mostrando que é possível aliar o turismo de aventura à acessibilidade.

Além das cachoeiras, Bonito possui outros atrativos acessíveis para o turismo adaptado como o Abismo Anhumas e os passeios de flutuação no Rio Sucuri e Aquário Natural.

Já é possível participar da flutuação em uma cadeira flutuante aumentando o número de atrativos incluindo a Nascente Azul.

Mesmo com todos os esforços de tornar o passeio o mais acessível, muitas melhorias ainda precisam ser realizadas, pois a grande dificuldade de proporcionar acessibilidade muitas vezes está na trilha que antecede o passeio, quanto a mobilidade urbana de Bonito, esta merece destaque e permite que o deficiente tenha um pouco mais de mobilidade.

Curiosidades sobre as belezas e encantos de Bonito

Você sabia que em Bonito existe um rio que não nasce? É o Rio Formoso. Suas águas passam por uma parede de pedras, por uma caverna subterrânea e depois saem na superfície, por uma pedra. Assim, aparenta que o rio não tem nascente.

Além disso, o local tem a maior tirolesa no Mato Grosso do Sul, a Tirolesa Nascente Azul. E muitas pessoas dizem que a energia do local é diferente, por conta de toda a sua natureza e do Aquífero Guarani.

Quanto tempo ficar para conhecer as belezas e encantos de Bonito

Enfim, tudo vai depender dos passeios que você quer fazer. De uma maneira geral, são recomendados no mínimo 4 dias e uma semana para conhecer as belezas e encantos de Bonito e porque não dar uma esticadinha até o Pantanal?

E aí, Bonito é bonito de verdade, não é mesmo? Então vamos programar a viagem e conhecer essa maravilha da natureza? 

Nossa equipe ama preparar roteiros personalizados,  para que você tenha uma experiência única, conforme a sua necessidade, então aproveite porque sua preocupação será apenas planejar o que levar na mala e aproveitar cada momento da viagem!! 🤗🥰.

Quais regiões visitar

Como já dissemos ao falar sobre o turismo em Bonito, existem algumas regiões imperdíveis de serem visitadas. Resumidamente, são elas: o Aquário Natural, a Gruta do lago Azul, a Estância Mimosa e o Rio Sucuri.

Porém, dependendo do tipo de turismo que você preferir, ainda pode encaixar muitas outras opções no seu roteiro.

E aí, Bonito é bonito de verdade, não é mesmo?
Então vamos programar a sua próxima viagem e conhecer essa maravilha da natureza? 

Nossa equipe ama programar viagens personalizadas,  para que você tenha uma experiência única, conforme a sua necessidade, então aproveite porque sua preocupação será apenas planejar o que levar na mala e aproveitar cada momento da viagem!! 🤗🥰.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *